Pílula do dia seguinte: quem nunca pensou em usar?

Quando a gente não usa camisinha, nem toma anticoncepcional de forma regular, o que é a primeira coisa que vem à cabeça como método contraceptivo? A pílula do dia seguinte! Quem nunca pensou ou tomou uma? Mas você sabe os problemas que ela pode trazer para sua saúde se usada de forma errada? Vem que a gente te ajuda a entender melhor!

“Caramba, esqueci do preservativo e do anticoncepcional. E agora?” Só de ler essa frase já vem aquele frio na espinha?”

Fonte: Tenor

 

Muitas mulheres passam por isso. Além de ser muito usada como saída quando o método contraceptivo regular ou o preservativo não são usados, a pílula também é uma opção quando acontecem aqueles “acidentes”, como uma camisinha estourada, por exemplo. Mas cabe a pergunta: será que dá para usar toda hora? Você sabe como a pílula do dia seguinte age no corpo? 

Conhecimento é poder, gente. Pra quem está começando a vida sexual, é muito importante saber tudinho sobre métodos contraceptivos.  Quanto mais informação, melhor, né?

Fonte: Tenor

Como funciona a pílula do dia seguinte

Se você esquecer de tomar a pílula, usar o preservativo ou qualquer outro método contraceptivo e manter relações sexuais, ou se seu método contraceptivo falhar, o que pode acontecer? O espermatozóide pode alcançar o óvulo e uma gestação não intencional poderá ocorrer.  A pílula do dia seguinte não deve ser parte do planejamento, ela é um plano B de algo que não deu certo, beleza?

Bom, a pílula do dia seguinte é um hormônio sintético, ou seja, ele imita um hormônio que a mulher produz (a progesterona). E o que ela faz? Ela impede que o espermatozóide consiga fecundar o óvulo, porque destrói o corpo lúteo e faz o endométrio, aquela ‘parede’ que reveste o útero, descamar. A pílula do dia seguinte pode ser usada:

-Quando se faz sexo sem camisinha

-Quando o anticoncepcional regular não está sendo usado

-Quando a camisinha estoura ou a pílula anticoncepcional é tomada de forma irregular

Porém, presta atenção: a ação da pílula é diminuída de acordo com o tempo transcorrido após a relação sexual. Sim, quanto mais tarde a pílula é tomada após a relação sexual, maiores as chances de ela não ser efetiva e o espermatozóide encontrar o óvulo e você engravidar. Então, tempo é um fator importante. 

Fique de olho!  Se a fecundação já tiver ocorrido, a pílula não terá nenhum efeito. Ela não tem nenhum efeito contra a gravidez. 

A pílula do dia seguinte só pode ser usada como plano B, isso a gente já sabe. É importante saber também que ela está na lista dos cuidados que uma mulher tem direito de receber caso sofra violência sexual! Por isso, o fator “tempo” é essencial: a saída é, caso aconteça, denunciar logo e pedir ajuda!

Ah, é sempre bom lembrar que tanto a pílula do dia seguinte quanto a pílula regular não protege de infecções sexualmente transmissíveis (IST)!

Fique ligada na sua saúde!

Converse com sua ginecologista para saber qual o método contraceptivo mais adequado para você. Lembrando que o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece camisinha, anticoncepcional e DIU. Procure o posto de Saúde mais próximo e informe-se. Ah, e não esqueça que o único método de prevenção às infecções sexualmente transmissíveis é a camisinha. 

E se eu estiver grávida e tomar a pílula do dia seguinte?

Não existem registros maiores de anomalias no feto quando se toma a pílula do dia seguinte já grávida, mas é essencial o acompanhamento do ginecologista.

Faça os exames, esteja com tudo em dia e, claro, proteja-se.

E se eu quiser ter filhos depois? 

A pílula do dia seguinte não deve ser tomada de maneira recorrente, já que é uma superdosagem hormonal – imagina: é como se você tomasse várias pílulas de uma vez só! Imagina se em toda relação sexual você usar. Seu ciclo vai ficar completamente desregulado e seu aparelho reprodutivo (aqui, a gente te explica mais sobre o funcionamento)  pode sofrer com isso.

Usar a pílula do dia seguinte toda hora pode causar:

– Variações do estado psicológico; 

– Irritabilidade; 

– Aparecimento de acne.

Claro, cada corpo reage de um jeito, mas, sério: não arrisque! 

Anotou tudinho? Conhecer seu corpo te dá ainda mais liberdade para planejar ter filhos além de desfrutar da sua sexualidade e da sua saúde, certinho? 

Fique sempre por perto, siga a campanha em nossas redes sociais e faça perguntas, busque conhecer mais e mais o seu corpo. #ElaDecide

 

Você também pode gostar de

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *